Minha foto
Camila
Quero "todo o amor que houver nessa vida e algum trocado pra dar garantia e algum veneno anti monotonia".
Visualizar meu perfil completo

Recadinho:


ShoutMix chat widget

sábado, 20 de setembro de 2008

Confissão


"Que esta minha paz e este meu amado silêncio

Não iludam a ninguém

Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta

Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios

Acho-me relativamente feliz

Porque nada de exterior me acontece...

Mas, em mim, na minha alma,

Pressinto que vou ter um terremoto!"




-Poxa... Nunca agradeci ao Mário por ele ter escrito esse texto pra mim.
-Que Mário?
-Aquele... Que te comeu atrás do armário... heheheh...
-Não... Sério...
-O Quintana, ora!
-O Mário Quintana!? O jornalista? O poeta?
-É... É... Ele mesmo.
-ELE escreveu esse texto pra ti!?
-An ran...
-Caramba!!! Não sabia que tu tinha conhecido ele!!! Que massa!!! Como tu nunca tinha me contado isso??? A gente se conhece desde... dos... Quantos anos? 5? E tu não me fala uma coisa dessas??? Conta aí como foi!!! Me conta, vai!!!
-Eu não o conheci!
-Hã!!!???... Como assim!!!???
-Não sei... Mas que esse texto foi escrito pra mim, isso foi!





*De qualquer jeito, fica aqui meu agradecimento... Obrigada, Mário!

9 Finais Felizes:

João Octávio disse...

ótimo texto esse do mário, e entendo perfeitamente o que você quis dizer... Tem músicas/poesias que se enquadram tanto com a gente que até parece que foram feitas pra nós. Abraços e até a próxima

Su disse...

Foi pra vc, sim!!
Eu tenho certeza!!!
Beijão linda!!

Carolina disse...

Oi Bonita, às vezes me sinto tbém no olho do furacão por dentro e por fora parece que estou num templo budista super zen...
Quintana é sempre Quintana, né? Sem comentários.

bjos queridos pra ti!

Éverton Vidal disse...

Hahahahaha. Ri demais com a piada antiguíssima do Mário.

O texto é lindo. Eu também tenho a impressão de que alguns textos de alguns escritores que admiro foram escritos para mim.

Deus entende rsrsrs. Bj. Inté!

Du disse...

Camila, a mesma sensação que você tem com o Mário Quintana, eu tenho com Clarice Lispector!
Adorei!

Beijos

Roberta.rj disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Amigao disse...

Engraçado eu sempre tive a sensação que este texto havia sido escrito pra você. Confirmado.

Beijão e bom domingo.

Vinicius disse...

Mário, bom e sempre.

Leandro Neres disse...

"-An ran..."
hahaha, adorei! O texto fala muito... E é belo... Só pode ter sido escrito pra vc =)

E sei dessa sensação e realidade, tem poema dele que já tive impressão ter sido escrito pra mim...

DAS UTOPIAS
Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!

Bjos!
Leandro

 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios